aquele sobre dois mil e treta

É de praxe escrever sobre o ano que passou, desde que eu mudei para São Paulo, há alguns anos. E é de praxe que a minha resolução de ano novo seja sempre só uma frase.

Fiquei aqui parada e não consigo escrever nada sobre 2013. Poderia dizer que foi o ano que a minha vida virou de cabeça para baixo, mas a verdade é que todos os últimos anos viraram minha vida de cabeça para baixo. Então, até aí, nenhuma novidade. Antes de começar a escrever esse texto, encontrei um fio de barba em cima da minha mesa, e agora o reviro entre os dedos. Não, a barba não é minha. Mas é a deixa do destino para me lembrar que lá se vai mais um ano que foi feliz. Posso dizer que de todas as cinzas, eu construi castelos, e rejuntei as pedras com lágrimas que andei deixando por aí. Foi o ano de não chorar nos momentos que eu achei que choraria, e de chorar quando queria manter a pose. Escolhi. Sim, foi o ano que eu escolhi. ( ) ser feliz. ( ) alimentar a depressão. ( ) conhecer pessoas novas pela internet. ( ) não encontrar nenhuma pessoa desconhecida. ( ) pular de um prédio. ( ) não pular de um prédio. ( ) fazer aulas de parkour. ( ) não enfrentar o medo de pular entre obstáculos. ( ) ter chefe. ( ) não ter chefe. ( ) ser chefe. ( ) não ser chefe. ( ) me deixar apaixonar por alguém que mora em outro estado. ( ) não me deixar apaixonar. ( ) estreitar amizades novas. ( ) me esconder debaixo do edredon.

Hoje eu queria ter o poder de voltar ao passado.Não para refazer alguma coisa, mas só para encontrar eu mesma há 12 anos atrás, e dizer “Não vai ser como você imagina, mas vai ser.”

Resolução para 2014: segurar tudo isso que eu consegui em 2013.

Não vai ser fácil. Mas também não precisa doer.

tumblr_l9vj2mnWcS1qbvmzyo1_500

 

Aqui, as escolhas marcadas e bem aproveitadas.

(x) ser feliz. ( ) alimentar a depressão. (x) conhecer pessoas novas pela internet. ( ) não encontrar nenhuma pessoa desconhecida. ( ) pular de um prédio. (x) não pular de um prédio. (x) fazer aulas de parkour. ( ) não enfrentar o medo de pular entre obstáculos. ( ) ter chefe. (x) não ter chefe. ( ) ser chefe. (x) não ser chefe. (x) me deixar apaixonar por alguém que mora em outro estado. ( ) não me deixar apaixonar. (x) estreitar amizades novas. ( ) me esconder debaixo do edredon.

0 comments